ARTIGOS

Coworking x Home Office: Por que é melhor sair de casa para trabalhar?

Coworking x Home Office: Por que é melhor sair de casa para trabalhar?

O empreendedor é resiliente por natureza, porque se adapta às mais diversas situações e espaços. Prova disso são os casos de sucesso que se iniciaram em uma simples garagem, como a Amazon, a Google e a Disney. Nessa mesma perspectiva, não são raros aqueles que também começam a trabalhar em casa como uma forma de reduzir os custos e dar os primeiros passos. 

Hoje, no século XXI, uma outra possibilidade que se apresenta é o coworking, com espaços colaborativos e de negócios, no qual empresas e microempreendedores podem trabalhar em um mesmo ambiente, contando com facilidades estruturais, além de custos baixos. Mas como, exatamente, saber qual a melhor alternativa?

Home Office e Distrações

Logicamente, a vantagem principal do home office é o fato de ele ser gratuito. Afinal, ao trabalhar em casa, não há a necessidade de se gastar, por exemplo, com os custos de um segundo espaço. Entretanto, mesmo ao olhar por este lado, especialmente ao se iniciar um negócio, é importante entender que a produtividade, em um home office, não é a mesma. Os coworkings da Delta, por exemplo, são planejados para aumentar a produtividade. Nesse sentido, os seus ambientes permitem um maior controle de suas tarefas e interação para fomentar negócios, já que estão sempre organizados, com atendimento de secretárias, eventos gratuitos e com o conforto necessário. Em um home office, muitos acabam se distraindo com os seus trabalhos domésticos, crianças, bichos de estimação, ou uma série de outros fatores. 

As vantagens do Networking

Ao trabalhar em um coworking, o microempreendedor pode participar de eventos corporativos, encontrar pessoas que possam colaborar com insights e socializar, evitando, assim, o risco de solidão. Nesse sentido, tal modalidade é excelente para melhorar a saúde mental, já que cria uma separação entre o espaço de lazer e de trabalho, estabelecendo, assim, uma rotina saudável. 

Na Delta, por exemplo, é possível encontrar locais preparados para alimentação, com cafeteira, mesas, geladeira e micro-ondas, facilitando, assim, o contato com outros microempreendedores, durante os momentos de pausa. Além de eventos, como rodada de negócios, Bate-papo com empreendedores entre outros.

O home office pode parecer interessante, devido à flexibilidade de horário, mas a não produtividade, em determinados momentos, pode aumentar a ansiedade e o estresse. Ademais, essa mesma flexibilidade pode levar à uma compulsão por se trabalhar durante todo o tempo, gerando, dessa forma, exaustão. Tais riscos psicológicos já foram sinalizados por especialistas.

Ao escolher a melhor opção, é importante, logicamente, ponderar os custos, para maiores chances de o negócio se sustentar a longo prazo. Entretanto, outros fatores, tais como os elencados neste artigo, devem ser levados em conta. Nesse sentido, o coworking se apresenta como uma excelente alternativa, devido aos seus custos baixos, mas também pelas vantagens de networking, comodidade e aprimoramento da saúde mental e do clima de trabalho.